Cecílio breca euforia e alerta XV para jogo contra lanterna MAC

Toninho Cecílio - XV - 05Toninho Cecílio prega a política dos pés no chão à frente do XV de Piracicaba. A vitória, por 2 a 1, sobre o Botafogo, é parte do passado. O treinador não quer saber de "oba-oba" no elenco, pois ainda restam oito rodadas para o fim da primeira fase do Campeonato Paulista e o Nhô Quim está distante do objetivo principal: avançar às quartas de final. O que não se pode negar, porém, é que o clima pelos lados do Barão da Serra Negra melhorou consideravelmente, garantindo ânimo para a sequência do Estadual.

- Não ganhamos somente três pontos, mas ganhamos confiança, unidade e esperança. O XV está fora da zona de rebaixamento e dentro da zona de classificação. Temos, agora, que defender a posição - afirmou o comandante.

Agora, o XV tem um confronto teoricamente fácil, certo? A resposta é não. Isso, na visão de Cecílio. O treinador quinzista não quer saber de menosprezo ao Marília, até o momento pior time entre os 20 participantes da elite. Ainda sem vencer, o MAC tem um ponto e ainda nutre esperanças de arrancar para fugir da zona de rebaixamento. Por isso, o comandante do Nhô Quim alerta o elenco para o confronto de sexta-feira, às 19h30, fora de casa, pela oitava rodada.

- Vamos estudar o Marília. Esses jogos são perigosos. Se nos colocarmos no lugar do Marília, as chances estão diminuindo e eles jogam no desespero. Vou com calma, analisar o time para não errar. Estou preocupado em fazer minha parte. Precisamos de uma sequência para levantar o astral. Temos que deixar a alma no campo e buscá-la no outro dia (risos) - disse Cecílio.

O treinador do Nhô Quim terá à disposição mais dois jogadores, isso porque o lateral Éder Sciola e o volante Clayton cumpriram suspensão. Por outro lado, Cecílio espera pela avaliação dos médicos em alguns atletas, como Renan Foguinho, que deixou a partida contra o Botafogo ainda no primeiro tempo com lesão no joelho. Já Tony, que foi a campo na etapa final, agradou o comandante e brigar para retomar seu posto entre os titulares.

- O Tony é o jogador mais qualificado tecnicamente do XV. Tirá-lo do time foi uma decisão muito difícil para mim. Mas fico feliz, pois estou bem servido na posição. Conheço ele desde o tempo de Boavista e cheguei a pensar em armar o time no entorno dele durante a semana - completou.

A segunda vitória quizista no Paulistão tirou o time da degola e colocou na zona de classificação às quartas de final. Com seis pontos, o XV é o vice-líder do Grupo 4, empatado na pontuação com o Capivariano, mas em vantagem por ter maior número de vitórias: 2 a 1. Somente as duas equipes mais bem colocadas da chave avançam. O líder é o Santos, que aparece com 17 pontos.

Fonte: globoesporte.com

Você está aqui: Home Notícias Cecílio breca euforia e alerta XV para jogo contra lanterna MAC